quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Cartas entre amigos. Sobre medos contemporâneos, Fabio de Melo e Chalita

Nos tempos em que a tecnologia abreviou e sintetizou a comunicação a proposta de escrever cartas, ao menos para os que gostam de uma boa conversa, é sempre interessante.

Continuo acreditando que é necessário tempo e extenso vocabulário para refletir. Esclareço que não me refiro a um bocado de palavras sem justificativa ou a uma porção de palavras rebuscadas e não usuais. Falo do tempo como amadurecimento e de palavras que possibilitem o desenrolar de idéias.

Sem duvida, o motivo desta conversa, o tema que conduz este diálogo deve ter também a sua importância, ninguém deseja falar sobre algo que não nos apetece. Neste sentido, a carta dos amigos acerta em cheio, ela fala sobre medos contemporâneos. Dá para não se identificar? Medo da morte, da solidão, dos próprios limites... Cartas sobre amor e dor:

“Só ele (o amor) é capaz de nos livrar da morte definitiva, do esquecimento absoluto, porque nos reveste de memória, que será celebrada cada vez que formos recordados.” É o que sugere o Padre Fábio de Melo, um dos autores.

Gabriel Chalita (ex-secretario da Educação de São Paulo, membro da Academia Brasileira de Educação e da Academia Paulista de Letras.) falando sobre liberdade afirma que esta “faz com que cada um tenha o seu tempo de ruminação”. São muitas as divagações dos autores, sempre norteadas pela nobreza e fragilidade da vida humana.

Destaque para os poetas e filósofos referidos na obra, são inspirações em Adélia Prado, Nélida Pinõn, Cora Coralina, Hannah Arendt, entre outros. Fica claro no histórico de quem escreve, que a obra é repleta da moral cristã católica, mas isso não deve ser motivo para impedir sua leitura por aqueles que não simpatizam com a religião. Segundo os próprios autores: desejam criar pontes para chegar no outro! Vale a pena dar essa oportunidade.



IMAGEM: http://2.bp.blogspot.com/_dorC920CUDc/SlG6bQ65aBI/AAAAAAAABV8/W3neK5XN_Nc/s400/3_Cartas_entre_amigos_julho09%5B1%5D.jpg

Um comentário:

  1. Essa amizade tenho certeza que é para sempre pois nessa folha está todas as lrtras que uma amizade precisa ter

    ResponderExcluir

Vai comentar?

Escreva algo construtivo, mostre que tem o que contribuir!
Se possível cite referências.

Reclamações, dúvidas ou sugestões também são bem vindas...

Agradeço a colaboração